Partners Business Council

Hora de arregaçar as mangas – Mãos à obra

Hora de arregaçar as mangas – Mãos à obra

2015_novembro_henrique
Na indústria de Alimentos como evitar o comodismo na crise? A empresa terá de reavaliar seus status e valores.

O cotidiano na Indústria conduz o ritmo operacional a um comodismo que, quase sempre é confundido como ideal.

Quando lá na ponta não há mais o fluxo normal das vendas, ou seja, o canal da normalidade foi obstruído, o “efeito desastre” também congestiona toda a máquina operacional e a tranquilidade não reina mais – e a preocupação se impõe de maneira desorganizada e contagiante!

Este é o momento, por mais difícil que possa parecer, o momento ideal para reavaliação e definição de novos valores. Mesmo porque, toda mudança ou alteração terá sempre a melhor justificativa: A CRISE!

É hora de promover a tão sonhada reforma dos velhos e acomodados números parametrizados das condições operacionais.
Principais pontos a serem considerados na industrialização/fabricação de Alimentos & Bebidas:

1.Rendimento de industrialização

• Reavaliação das formulações;
• Análise rigorosa do processo operacional;
• Manutenção preditiva ou preventiva dos equipamentos (caso não envolva maiores dispêndios);
• Treinamento e conscientização, entre outros.

2. Capacidades produtivas e operacionais

• Considerar e implementar a elevação gradual e contínua dessas capacidades avaliando sempre a performance da linha; bem como o retrabalho gerado como perdas, sobrepeso, etc.

3.Pessoal envolvido

• Promover dentro do contexto, reuniões internas em busca de ideias e melhores resultados – isto vai manter o pessoal focado e, sem dúvida, mais participativo.

4.Projetos novos e em andamento

• Priorizar, dentre todos, aqueles que visam redução de custos;
• Postergar os projetos que dependam ou dependeriam de valores transferidos, o que acarretaria uma interpretação política-financeira não condizente com o momento.

Crises são sinônimos de oportunidades. E para a indústria brasileira de Alimentos este é um excelente momento para gerar soluções de saltos de produtividade, o que verdadeiramente gera negócios sustentáveis e desenvolvimento para o País.

Autor do Artigo: Henrique Ansaldi

Químico Industrial com Especialização em Gestão de Processos e Tecnologia de Alimentos, com larga experiência profissional desde a cadeia de suprimentos, tecnologia, desenvolvimento de produtos, operações industriais até distribuição e logí¬stica, diretor da Direção Consultoria Técnica e sócio PBC-Food & Beverages Consultants.

About the author / pbcgroup